quarta-feira, 4 de julho de 2012

ESSAS MULHERES!


ESSAS MULHERES!



Adoro mulheres inteligentes.

bem resolvidas,

pessoal,

profissional e financeiramente.



formadoras de opinião,

que tem opinião.



Sabem o que quer,

A sua condição.



Homens se mijam de medo delas.

Se apavoram.



Se dominado perde

o tempo do tempo,

perde o ponto.

no ridículo



Ah! essa mulheres...


Sonho com elas.
 

Sem elas não teria graça.

As estrelas principais.



E as outras?

Bonecas infláveis.

Coadjuvantes.

MINHAS PAIXÕES


Minhas Paixões


Ainda muito jovem

já colecionava amores

nem sempre correspondidos.


 
Talvez não estivessem ao meu alcance

ou nunca fui um grande sedutor.


Uma das minhas maiores paixões

bailava todas as noites

na abertura da novela.



Uma outra apresentava um telejornal.


E tinham outras.

Normais.

que ganhou Concurso de Miss.

Que vendeu muitos discos.

que foi Garota do Fantástico.

Que posou na Playboy.



E todas tinham algo em comum, a beleza.

Não que seja fundamental,

ou que eu fosse bastante exigente.

Alguma coisa estava errado comigo.


De verdade...


Ainda muito jovem

já colecionava amores

que nunca foram correspondidos.




1985


1985



Já se passaram tantos anos

e 1985 continua tão presente.



A chegada da Aids.

Rock Hudson morreu.

A corrupção chegaria ao fim.

O Presidente morreu.



Cora Coralina morreu.

Meu Pai morreu.



Meu time não ganhou.

O Coritiba foi campeão.



Na Biblioteca Municipal

Um assunto novo - A camada de ozônio

Não entendia muito.



Estudava, trabalhava

engolia a noite

sem me cansar.

Andava de ônibus sem necessidade.



Tudo era novo pra mim.

A cidade, a escola, A vida.

Deslumbramento.



O Rock nacional dos anos 80.

Os shows no Chico Netto.



Ah! a namorada

Adorava Fidel

e apesar dos apelos,

se reprimia com os Menudos.



Não me lembro de quase nada

dos anos seguintes.

Mas lembro de detalhes de 1985.



Que se foi

meio a contragosto

pro passado.

MEMÓRIAS DE UM CÁRCERE PERFEITO


MEMÓRIAS DE UM CÁRCERE PERFEITO

Num determinado trecho da minha existência
pastoreava ovelhas.
Era particularmente belo...
Jesus já sentava a direita de Deus-pai
e Pedro ainda pregava o Cristianismo com a mesma garra.
Toda causa mortis era atribuída à velhice.
Não tinha vírus, verme, fungo ou bactéria
E nem penicilina.
Nada se consumia.
Repouso à sombra da grande árvore de folhas verdes, onde as
ovelhas brancas pastavam ao redor.
Ainda existiam mais duas cores.
Prata da lua e dourado do sol.
E como eram intensos os seus brilhos.
E tudo mais era cinza.
No relógio da vida, os segundos eram horas.
Tempo de Deus.
Passos de tartaruga.
Nenhuma droga pra eu “viajar”
Amor pra recordar.
Coração despedaçado.
E nem Marília de Dirceu.
E nem fazia falta.
Pudera! O que os olhos não sente...
Que interessante é o desconhecido! O ignorado

O amor... a solidão.
A falta de noção!
Que pouca vida pra muita vida.
Não fosse o legado desse trecho,  o cárcere seria perfeito.
Minhas outras vidas que o digam.
Contrasenso dos proibidos.
O tudo e o nada.
Prisão sem muros. O paraíso era (deveria ser) o limite.

Dizem que Camões foi infeliz no amor e morreu na miséria.

GRÁVIDO


GRÁVIDO



Me sinto grávido.
 

Uma gravidez tranquila.

sem enjôos, tonturas

e seriguela de madrugada.



sem sonolência.

diurese.

ou falta de libido.



Me sinto grávido, fecundado.



Essa gravidação se deu

Num momento de cópula

entre meu coração e eu.



Num momento mágico de nossas vidas.

Redescobrimos o amor

que sentimos um pelo outro.



Pactuamos que teremos que re-parir.

rever nossos conceitos.

e dar vida as nossas vidas.

repaginá-las.



Teremos quarenta semanas

para preparar o nosso parto.

Rebento novo.

Sangue novo,

Conquistas novas.



Não nos feriremos mais.

cuidaremos um do outro.

novos seres, novas propostas.

mais harmonia e menos hormônios.



Após anos de luta,

Talvez seja este

o nosso melhor estado interessante.

ERROS E ACERTOS


ERROS E ACERTOS

 Nunca soube medir meu índice de erros e acertos.

Se acertei de mais ou de menos,

Se acertei errando ou errei acertando,

Se meu compromisso é com esse ou aquele.

Nunca soube dizer.



O que sei de mais certo (sem medo de errar),

É que a Engenharia Genética, em total desacerto,

Incorreu em erro quando do meu regresso ao planeta azul,

geograficamente falando.

Errou de País por culpa.

Errou de América por dolo.



Não queria ser influente e nem magnata,

Ter nascido Clinton ou Gattes ,

Mas um erro assim justifica os outros.



Quanto aos meus acertos...

Não me lembro deles.

DESEJO A VOCÊ


DESEJO A VOCÊ

Desejo de todo o meu coração
Que todos os seus dias sejam abençoados.


Que a sua sinceridade te irrite.
Que a sua honestidade tenha algo de sublime.

Que você ancore num mar de felicidades.
Que a sua fé seja inabalável.

Que o universo conspire a seu favor
Que reprima todo o mal.

Que o bom humor sejam constantes
Que os vícios e as imundícies estejam sempre distantes


Que não duvide nunca do poder que vem do alto.
Que o seu Anjo da guarda esteja sempre contigo.

Que o grande amor da sua vida esteja sempre ao seu lado.
Que de tanto amar, ouça estrelas, sem perder o senso.

Que seus sonhos te mostrem o caminho da felicidade.
Que sua estadia nesse planeta azul seja uma façanha.

E que no final dela esteja no mais alto do pódium do engrandecimento.
Que o resto da sua vida não seja considerada resto.

E que na última página da vida, o sono seja bom e reparador
Pra recomeçar tudo de novo.

USE FIDELIDADE


USE FIDELIDADE


Desde o início da epidemia, O Brasil

tem 608.230 casos registrados de Aids.



Em relação aos jovens, os dados apontam

que, embora eles tenham elevado conhecimento

sobre prevenção da aids e outras doenças sexualmente

transmissíveis, há tendência de crescimento do HIV.



Atualmente, ainda há mais casos da doença

entre os homens do que entre as mulheres.



Quanto à forma de transmissão entre

os maiores de 13 anos de idade, prevalece a sexual.



O resultado positivo para o HIV está

relacionado, principalmente, ao número de

parcerias (quanto mais parceiros, maior a vulnerabilidade),



Conclusão:

“NÃO USE CAMISINHA, USE FIDELIDADE”

VIAGEM FORA DO CORPO


VIAGEM FORA DO CORPO

Me levantei da cama e me vi deitado

o criado, o berço.

Observei tudo.



Transpus a porta

madrugada quente



e um rasante em tempo real

como é linda a minha cidade na noite

vista do alto

toda parada



O hipermercado

a catedral

os arranha-céus (agora tão pequenos)



Os trabalhadores

varredores

leiteiros

jornaleiros


 
Os Trabalhadores

gays e prostitutas

Seus pontos

trejeitos

caras

bocas

saltos



Se misturam com os traficantes

e suas presas fáceis.

Desfalecidos

cara de abortados.



Volto pra casa em silêncio

e monto em cima de mim

pra sonhar com o irreal.

Com o que faz pouco sentido.

O BATISMO DE JESUS


O BATISMO DE JESUS

João Batista sentiu calafrios

quando viu Jesus na sua frente para ser batizado.



Pudera!

Ele é quem devia batizar João.

Que se cumpra.


Em forma de pomba branca

O Espírito Santo se fez presente ao evento

e o chamou de filho amado, com quem me comprazo.

E ali, com uma humildade jamais vista,

imergia o Cordeiro de Deus,

Aquele que ia tirar os pecados do mundo.

Preparado para iniciar seu ministério.


O Jordão, de Batistério,

testemunhava esse momento mágico.


João, no auge

nem acreditava no que tinha acontecido.


Pobre João !

João bem que podia estar vivendo aqui,  século XXI

O Rio poderia ser o Bostinha

O Cordeiro, “O cara”.



E João viveria em paz.

João não seria preso e humilhado.



E Nenhuma vagabunda pediria sua cabeça ao Rei

numa bandeija de prata.