segunda-feira, 23 de setembro de 2013

ANJINHO SAFADO

ANJINHO SAFADO

Esse anjinho safado
Tão dissimulado
Em seus sonhos mora.
E te beija a boca
E te deixa louca
E você adora.

Esse anjinho safado
Mal intencionado
A bolinar você.
Sem pedir licença
Com indiferença
Quer se aparecer.

Esse anjinho safado
Todo assanhado
Creio que sou eu.
Sua cupidez
É minha timidez
Nesse corpo seu.

Esse anjinho safado
Tão escancarado
Como o pererê.
É minha libido
Fazendo alarido
à arrepiar você.

Esse anjinho safado
Tão amalucado
Se não o quer mais.
Renuncie seus zelos
Puxe-lhe os cabelos

Vá dormir em paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário